CENA EXPANDIDA - DEBATES

25 de agosto, às 16h

A FLORESTA QUE ANDA: O AUDIOVISUAL COMO PERFORMER E JOGO

com Christiane Jatahy (Cia. Vértice), Prof Dr Roberta Matsumoto (IdA/UnB)e Luana Proença (IESB).
Mediação: Barbara Gontijo
Local: Auditório II - Museu Nacional de Brasília

Borrando as fronteiras entre o cinema e o teatro, quais os limites na contemporaneidade entre o público e o privado?

29 de agosto, às 14h30

DRAMATURGIAS DO ESPAÇO

com Milena Moraes (Cia La Vaca e Grupo Teatral Experiência Subterrânea), Leonardo Shamah (Andaime Cia de Teatro), Renato Turnes (diretor de Kassandra) e o Coletivo Tombado.
Mediação: Francis Wilker
Local: Oficina do Perdiz – 710 Norte (Comercial), Bloco E, Loja 68

Espetáculos em três espaços inusitados. Kassandra acontece em uma boate, odiseo.com leva o espectador às intimidades de uma casa e o Coletivo Tombado recebe o público em um barco. Quais são as dramaturgias do espaço?

30 de agosto, às 14h30

DA LAMA AO CAOS? INVENÇÃO E NARRATIVIDADE EM TEMPOS DIFÍCEIS

com Pedro Kosovski e Marco André Nunes (Aquela Companhia de Teatro) e Prof Dr Eduardo Dimitrov (SOL/UnB)
Mediação: Fernando Martins
Local: Instituto de Ciências Sociais – Campus Darcy Ribeiro – UnB

Expandindo os olhares sobre a cena em tempos de grandes dissidências políticas, a mesa promove um encontro interdisciplinar entre as artes cênicas e a sociologia.

31 de agosto, às 10h

DRAMATURGIAS DA LUZ: A INVENÇÃO DE NOVOS MUNDOS

com Guilherme Bonfanti (Teatro da Vertigem) e Prof Me Pedro Benevides (IdA/UnB)
Mediação: Daniela Diniz
Local: Departamento de Artes Cênicas - Campus Darcy Ribeiro - UnB

Pesquisas e experimentação em iluminação e as trajetórias da luz no teatro de grupo.

31 de agosto, às 14h30

HAJA LUZ! UM DIÁLOGO SOBRE OS DESAFIOS DE ENSINAR E DE APRENDER ILUMINAÇÃO CÊNICA

com Marcelo Augusto (DF)
Local: Departamento de Artes Cênicas - Campus Darcy Ribeiro - UnB

Um convite à reflexão: por que aprender sobre iluminação cênica? Como ensinar esse conteúdo? No livro “Haja Luz! Manual de Iluminação Cênica”, Marcelo Augusto, um dos mais experientes iluminadores do DF, faz uso de sua vasta experiência associada ao jogo de “esconde e revela” no palco para instruir iniciantes no universo da iluminação. No Cena Contemporânea, Marcelo promove debate sobre os desafios e riquezas de se aproximar a linguagem técnica da criação artística das cenas.

02 de setembro, às 14h30

TEMPO, MEMÓRIA E DOR: ARTE E POLÍTICA NAS REESCRITURAS DA HISTÓRIA

com Complot Cia de Artes (Uruguai), Prof Dr Fernando Villar (IdA/UnB) e Mateus Guimarães (Memória & Invenção)
Mediação: Murilo Grossi
Local: Auditório I - Museu Nacional de Brasília

Atravessados por ditaduras civis-militares, Uruguai e Brasil, entre outros países latino-americanos, buscam a memória e a verdade como direitos fundamentais. Como as artes da cena têm se colocado em relação ao tema?