ODISEO.COM – EXPERIÊNCIA SUBTERRÂNEA (SC) E CELCIT (ARGENTINA)

Foto: Cristiano Prim

Foto: Cristiano Prim

Espetáculo internacional criado por artistas latino-americanos que propõe uma experiência teatral através da tecnologia digital e discussão das práticas mediadas nos relacionamentos. Ulises viaja constantemente movido por suas tarefas como executivo de uma empresa internacional. Não pode, ou não consegue, voltar para Laura, sua esposa, que o espera na Alemanha. No Brasil, sua amante Elisa também o aguarda. A vida então se organiza por meio do Skype, Whatsapp, Twitter e Facebook.

A encenação, que acontece simultaneamente em três países distintos (Brasil, Argentina e Alemanha), convida os espectadores ao ambiente de intimidade e risco assumido pelos intérpretes. No papel de voyeur e através de um monitor em que pode acompanhar a interação da atriz presencial com as outras personagens, o público é convocado a um olhar íntimo sobre essas relações. Em cada país o público acessa uma hora em tempo real da vida da personagem vivida pelo intérprete presencial. Das outras vê apenas o que os atores dos outros espaços permitem através de uma edição instantânea promovida por eles no decorrer da apresentação.

ANDRÉ CARREIRA – Diretor, professor e pesquisador de teatro. Doutor em Teatro pela Universidad de Buenos Aires, atualmente leciona na Universidade do Estado de Santa Catarina (mestrado/Doutorado) e coordena o Programa de Mestrado Profissional em Artes. É diretor do Grupo Teatral Experiência Subterrânea (Florianópolis) e do grupo Teatro que Roda (Goiânia).

FICHA TÉCNICA
Texto e dramaturgia: Marco Antonio de La Parra
Direção e concepção espacial: André Carreira
Com Juan Lepore (Argentina), Amalia Kassai (Alemanha) e Milena Moraes (Brasil)
Assistência de Direção: Mercedes Kreser
Cenotécnica (Argentina): Fernando Diaz
Produção: Mercedes Kreser e Milena Moraes
Uma coprodução do Grupo Teatral (E)xperiência Subterrânea (Brasil) e do Centro Latinoamericano de Creación e Investigación Teatral – CELCIT (Argentina)